Plantio de tomate: tudo o que você precisa saber
tomate
17/02/2021

Plantio de tomate: tudo o que você precisa saber para ter sucesso na sua colheita

Descubra quais etapas são fundamentais para a produção desta fruta


A melhor época para plantio de tomate está se aproximando. Pois, de acordo com especialistas, em São Paulo, no Centro-Oeste e em Minas Gerais, fevereiro é o mês mais indicado para plantar a fruta.

Ainda, segundo pesquisas, na Região Nordeste a plantação deve ser feita entre março e junho. No entanto, em Pernambuco o indicado é que o plantio ocorra até abril.

Pensando nisso, hoje queremos, novamente, falar sobre este alimento e mostrar quais etapas são fundamentais para a produção da fruta.

Quer saber mais? Então, continue a leitura e fique por dentro do assunto!


Detalhes sobre o plantio de tomate


Primeiramente, de um modo geral, o tomateiro se desenvolve bem em regiões com clima temperado, tropical de altitude e subtropical. Portanto, a temperatura média ideal no período de cultivo deve ser entre 20 a 25ºC.

Além disso, vale lembrar que o cultivo de tomate é bastante exigente quanto necessidade de água, porém, o excesso de chuva ou irrigação e a alta umidade podem favorecer o surgimento de doenças. Assim, os frutos são prejudicados por conta de fungos na polpa e outros problemas.

Dessa forma, para realizar processos de qualidade, o recomendado é contar com solo bem drenado, profundo e areno-argiloso. O espaçamento entre as plantas deve ser de 50 a 60 centímetros e, entre os sulcos, de 1 m a 1,20 m.

A fruta não precisa estar totalmente madura na hora de colher. Pois, fora do pé ela continua amadurecendo.


Passo a passo para a colheita


Agora que você já conferiu alguns cuidados essenciais para o plantio de tomates, queremos destacar por quais etapas a fruta passa até ser colhida. Confira:


Escolha do tipo de tomate

Primeiramente, para começar a plantar os tomates, o produtor precisa assegurar que está cumprindo com as recomendações necessárias para ter um plantio de qualidade, conforme citamos acima.

Além disso, o profissional também deve escolher entre as variedades existentes da fruta.

Atualmente, o tomate salada longa vida é o mais popular, além dos frutos de pele vermelha e os pequenos e adocicados, como os tomates cereja e grape.



Plantio de tomate

Após a escolha, as mudas são plantadas e devem receber irrigações diárias, sem excesso de água.


Transplante

Esta etapa acontece assim que as mudas apresentem quatro ou cinco folhas, ou tenham de 7 a 10 centímetros de altura.

Para a escolha do local definitivo, o recomendado é apostar em ambientes ensolarados, para que o tomateiro não fique fino e quebradiço.

Conforme já citamos, a fruta reage bem em solos drenados. Além disso, o pH ideal varia entre 5,5 e 6,5.


Tutoramento

De fato, o tutoramento é um processo fundamental para a qualidade da fruta. Pois, ele ajuda a assegurar o desenvolvimento do tomate.

A prática é realizada quando as plantas apresentam crescimento indeterminado e favorece a circulação de ar, evitando problemas com fungos e estresse, e aumentando a produtividade da fruta.

Para realizar a tarefa, o ideal é contar com varas de bambu ou de madeira, com cerca de dois metros. Além disso, os suportes amarrados nas plantas não devem estar com as hastes muito apertadas.


Colheita

Por fim, é feita a colheita da fruta. No entanto, existem duas diferentes maneiras de colher o tomate.

Uma delas é a colheita manual, que tem início nos carreadores e depois desloca os ramos para cima dos canteiros.

Neste caso, é comum que a equipe seja distribuída em grupos, com funções de contabilizar a produção, controlar a qualidade das frutas e realizar sua distribuição nas caixas.

Já a colheita mecanizada, que é a mais utilizada no Brasil, conta com equipamentos que cortam as plantas rente ao solo e colhem cerca de 15 toneladas por hora. Depois que a colheita é feita, o tomate é transportado e preparado para exportação ou comercialização.


Gostou do nosso texto sobre tomates? Então que tal conhecer o Exu-Root e o Packhard, dois itens capazes de oferecer maior interação entra o tomateiro e os microrganismos aplicados, mais longa a vida de prateleira e sanidade para a fruta, além disso proporcionar cultivos muito mais rentáveis de forma sustentável?

Acesse o nosso site e confira as melhores soluções para o seu plantio!

E se quiser conferir mais dicas para ter sucesso no plantio da fruta, confira a matéria que escrevemos sobre o assunto. Leia o texto completo e tire suas dúvidas!



Compartilhe:

Subir