Plantação de tomate: descubra quais perigos podem comprometer o seu plantio
Veja cuidados fundamentais para cultivo de tomate
18/03/2021

Plantação de tomate: descubra quais perigos podem comprometer o seu plantio

Conheça soluções que podem melhorar a qualidade do alimento e prolongar sua durabilidade

Quem trabalha com plantação de tomate sabe que manter a fruta saudável não é uma tarefa fácil. Afinal, o alimento passa por muitos desafios durante o plantio e, por ser sensível, abre caminhos para pragas e fungos.

Pensando nisso, hoje queremos listar os principais problemas deste tipo de cultivo e mostrar duas soluções que podem te ajudar a fugir do perigo e ter sucesso na colheita.

Quer saber mais? Então, continue lendo o texto e tire suas dúvidas!


Os principais problemas na plantação de tomates

De fato, alguns riscos podem comprometer o plantio de tomates. Entre os principais, podemos citar:


Bactérias

As doenças bacterianas são aquelas que surgem de microrganismos unicelulares e podem chegar até a cultura através do ar, da água, de equipamentos ou insetos. Desse modo, podem destruir a planta de forma parcial ou total.


Fungos

Estes são os principais vilões da plantação de tomate, já que cerca de 15% dos custos da produção são gastos com fungicidas para combater o problema.


Nematoides

Os nematoides contam com extremidades finas e sugam os alimentos, injetando substâncias tóxicas nas raízes das plantas.

Assim, as culturas atacadas ficam com baixo vigor e pouco desenvolvimento da parte aérea. Desse modo, ficam amareladas e podem murchar, já que possuem as raízes danificadas e não absorvem água e nutrientes de forma natural.


Vírus

Existem também as doenças causadas por vírus, que podem ser observados alguns sintomas específicos, porém, para ter certeza é necessário a utilização de microscópio eletrônico.

De acordo com especialistas, a gravidade dos problemas gerados pelos agentes infecciosos variam e podem ser inexpressivos ou causar a perda da produção.

Normalmente, este tipo de doença é disseminado por insetos vetores. Mas, para identificar a enfermidade, os efeitos visuais não bastam. Portanto, é preciso realizar testes laborais complementares.


Doenças fisiológicas

Por fim, existem os problemas fisiológicos, causados por fatores que geram o desequilíbrio da planta. Entre as condições que influenciam neste tipo de doença podemos citar: falta ou excesso de água, estresse por conta das variações climáticas e concentração exagerada de adubo.


Como controlar pragas na plantação de tomates?


Sem dúvida, as pragas são um grande problema para os tomateiros. Mas, para existem algumas ações que podem proporcionar controle de insetos e ácaros que podem comprometer a produção.

Entre as principais recomendações estão:

• Adoção de práticas de rotação das culturas;

• Garantir que a lavoura fique livre de plantas daninhas e outras hospedeiras;

• Destruir restos culturais após a colheita;

• Utilizar os insumos adequados de forma estratégica e racional;

• Desinfetar equipamentos e acessórios que entrem em contato com as culturas;

• Inspecionar de forma periódica as áreas de produção, especialmente as bordas do campo.


Soluções da Innovak podem melhorar resultados do plantio


Boas práticas para o cultivo do alimento


Depois de revelar os principais problemas que podem atingir a plantação de tomates, queremos citar algumas práticas agrícolas que ajudam a garantir a qualidade do alimento.

Aliás, estas medidas conseguem reduzir riscos de contaminação por fatores químicos, físicos e patogênicos e impedem que o plantio seja comprometido por algumas doenças que citamos acima.

Primeiramente, é preciso assegurar que o ambiente de produção tenha boas condições de higiene. Para isso, a dica é impedir o acesso de animais no local e evitar deposição de dejetos.

Inegavelmente, isso também inclui cuidados com os trabalhadores envolvidos, que devem usar todos os EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) necessários, e com todos os produtos, máquinas e utensílios utilizados durante o plantio. Tudo deve ser limpo e desinfetado com frequência.

Do mesmo modo, o recomendado é priorizar a escolha dos insumos utilizados na plantação. Portanto, aposte apenas em sementes certificadas e produtos com eficiência comprovada.

Além disso, a qualidade da água também é muito importante para garantir a saúde do plantio e dos produtores que atuam no local. Então, o ideal é conhecer a origem da fonte, evitar a proximidade de animais e contato com locais que concentrem fezes ou qualquer tipo de lixo.

Cuidar dos solos também é uma medida que pode ajudar a melhorar os resultados da plantação de tomate e eliminar alguns problemas. Para garantir que o local esteja saudável, é preciso realizar análises frequentes.

Por fim, durante a colheita, qualquer fruto que estiver fora dos padrões de qualidade deve ser separado para não contaminar os alimentos sadios. 


A solução que você procura está na Innovak Global


Além dos problemas citados ao longo do texto, é comum que o tomate sofra com o tempo de vida de prateleira. Mas, com o Packhard® o fruto demora para estragar e tem os impactos das doenças de pós-colheita reduzidos.

Aliás, a nossa solução proporciona alto valor econômico para sua plantação, já que preserva a firmeza, a cor e o sabor do tomate por um prazo maior.

Já o Exu-Root®, é o item ideal para aumentar a exsudação radicular. Com ele, é possível incrementar a simbiose com os microrganismos inoculados.

Se forem microrganismos promotores de crescimento (PGPR), eles irão devolver maior quantidade de substâncias que irão beneficiar a planta como, por exemplo, precursores de crescimento e ácidos orgânicos que podem solubilizar nutrientes.

Mas, se forem de defesa, a solução consegue potencializar a função defensiva contra microrganismos maléficos para a raiz.

Sem dúvidas, os produtos e as ações que listamos ao longo do texto podem melhorar o seu trabalho no campo de forma considerável.

Mas, para te ajudar a ter sucesso nos processos de plantação de tomate, produzimos um texto com 3 dicas indispensáveis para o seu trabalho. Para ler, basta clicar aqui!



Compartilhe:

Subir