Plantio ocorre entre fevereiro e março
18/03/2021

Milho safrinha: confira dicas para o plantio fora de época

Descubra recomendações para o cultivo e a colheita do alimento


Você já ouviu falar sobre milho safrinha? Hoje queremos contar algumas informações sobre o plantio deste alimento, revelar o motivo deste nome e apresentar uma solução ideal para melhorar os resultados da cultura.

Então, se deseja saber mais, continue a leitura e fique por dentro do assunto!


O que é milho safrinha?


Primeiramente, queremos falar sobre o alimento.

O milho safrinha é aquele cultivado depois da safra principal, comumente entre a segunda quinzena de fevereiro e a primeira quinzena de março.

A prática é comum em estados como: Paraná, Mato Grosso, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

De acordo com produtores especialistas neste tipo de alimento, geralmente são utilizadas as sementes de milho híbrido para a safrinha.

Além disso, é comum que a cultura não seja irrigada. Ou seja, quanto mais cedo for plantado, maior o volume de chuvas durante o ciclo.

Mas, vale lembrar que este sistema de plantio extemporâneo é recente. O início deste método ocorreu por volta e 1978.

Portanto, o nome safrinha foi dado por conta dor riscos que envolvem o cultivo fora de época, já que o milho pode ser prejudicado por conta de déficit hídrico e falta de insolação necessária.


Dicas para o seu plantio


Agora que você já sabe um pouco mais sobre o alimento, queremos destacar algumas medidas que precisam ser tomadas para ter sucesso durante a colheita.

Primeiramente, a dica é apostar em uma análise de solo. Desse modo, veja as condições do local e faça o preparo adequado para o plantio. Pois, o recomendado é que o milho safrinha seja plantado em solos com boa fertilidade e que tenham alto teor de nutrientes.

Da mesma forma, é preciso monitorar pragas e doenças, já que o milho pode sofrer com estes problemas durante o cultivo.

No entanto, vale lembrar que o aparecimento de pragas na safrinha é menor que na safra normal. De acordo com especialistas, isso é possível por conta da diminuição da temperatura e umidade do período.

Por fim, o recomendado é ter atenção no ponto certo para colheita do milho safrinha, já que isso depende da finalidade do uso do alimento e da infraestrutura para secagem no local.

Portanto, de um modo geral, os grãos devem ser colhidos na fase de desenvolvimento, durante a maturidade fisiológica. Pois, esperar muito tempo pode favorecer o surgimento de plantas daninhas que prejudicam o cultivo.



O produto ideal para milho safrinha


Por fim, não podemos terminar o texto sem apresentar uma solução indicada para este tipo de plantio.

Trata-se do RhizoXfera®, um produto que incrementa a exsudação radicular e aumenta a interação entre os microrganismos inoculados e a planta.

Entre os benefícios do item podemos listar:

• Aumento da simbiose entre cultura e microrganismos;

• Incremento de produtividade;

De acordo com nossos especialistas, a aplicação do RhizoXfera TS®, que é testada em instituição de pesquisa, funciona como um tratamento de sementes. Desse modo, ela pode ser feita e armazenada até seis meses, sem diminuir seu vigor e taxa de germinação.

Já a aplicação do RhizoXfera S®, é realizada no sulco de plantio no momento da semeadura.

Mas, vale lembrar que nos dois casos o indicado é não realizar pré-mistura com os microrganismos, já que a mistura deve ocorrer somente no momento de semeadura.

Além das soluções que apresentamos, temos uma série de produtos que podem elevar a qualidade do plantio de diferentes culturas.

Clique aqui e confira cada um deles!







Compartilhe:

Subir